domingo, 29 de outubro de 2017

Liberdade para escolher

Como todos sabemos, os sistemas concorrenciais têm vantagem sobre os sistemas não concorrenciais, menos em Portugal onde a concorrência concorre para que tudo seja menos concorrencial. É assim na política, na religião, na moral e até na economia. Descobri, porém, que noutras áreas de pendor mais científico a concorrência também é benéfica para os consumidores. Falo a sério. Um exemplo, pedirá um leitor mais extemporâneo. E eu respondo: na meteorologia. A concorrência meteorológica é excelente e presta-nos a todos um grande serviço. Descobri que as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) são sempre cerca de 2 a 3 graus mais elevadas do que as do Meteoblue. Quando o constatei, imaginei logo que o Milton Friedman estava certo. Como não suporto o calor, olho para as previsões do IPMA, rio-me a bandeiras despregadas, e passo, de imediato e impante, para as do Meteoblue, que recolho embevecido e obrigado. Não há nada como a liberdade para escolher.

Sem comentários:

Enviar um comentário