quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Hooliganismo político

As redes sociais são um lugar interessante para observar o hooliganismo político, tal como o descreve Jason Brennan. Em linhas gerais, podemos descrever o hooliganismo político como um interesse vivo pela política marcado pela incapacidade de, falando à maneira kantiana, se colocar no lugar do outro e conseguir perceber e explicar as crenças desse outro. Olhando para as redes sociais, a generalidade dos que se exprimem sobre questões políticas são, na verdade, hooligans. Há excepções, mas diminutas. Há hooligans de direita e hooligans de esquerda. Em ambas as facções, há hooligans mais amenos e hooligans mais exaltados. Uma das coisas mais curiosas é perceber a diferença entre os exaltadas hooligans de esquerda e os exaltados hooligans de direita. A exaltação dos hooligans de esquerda é sempre mais ideológica. Fazem acusações aos políticos do outro lado com epítetos marcadamente políticos. Estes epítetos políticos são atirados, claro, para desqualificar as pessoas a quem são dirigidos. Já o hooliganismo de direita usa menos epítetos políticos e mais ataques ao carácter dos políticos adversários. Tudo isto, claro, é uma tendência, pois encontramos os dois tipos de ataque em ambos os lados. O hooliganismo de esquerda ataca politicamente para rebaixar a pessoa. O hooliganismo de direita ataca a pessoa para a rebaixar politicamente. Complementam-se.

Sem comentários:

Enviar um comentário