sábado, 25 de novembro de 2017

Cansativo

Não me comovem os ataques que a direita faz a esta iniciativa (ver aqui). Isto, ou coisa semelhante, é uma parolice que um qualquer governo de direita seria capaz de fazer. A parolice está democraticamente distribuída. O que não me deixa de espantar, contudo, é a insistência de António Costa, nos últimos tempos, em coisas estúpidas, sem qualquer benefício político e que têm o condão de dar assunto à oposição para fazer um drama. Do ponto de vista do cidadão, estas coisas são inadmissíveis. A oposição faz o seu papel e ainda bem. Há contudo, um outro problema. É uma certa cultura de novo-rico que se instalou nas elites governantes. Estão tão extasiadas com o terem chegado ao poder, que, ao assumi-lo, o cérebro fica toldado e acham que tudo é possível. Eu não sou favorável ao Estado mínimo, mas sou um adepto do Estado frugal. Gastar apenas no que é estritamente necessário e depois de grande ponderação. O António Costa não arranja pessoas normais e sensatas que o aconselhem? Por exemplo, alguém que perceba as consequências políticas negativas de cada uma das ideias geniais que afloram naquelas cabeças. Isto está a tornar-se cansativo.

Sem comentários:

Enviar um comentário