domingo, 3 de dezembro de 2017

Desígnios

O dr. Santana Lopes, pessoa simpática e estimável, tem um grande desígnio, o do desenvolvimento do interior. Um desígnio talvez tão grande quanto era a paixão de António Guterres, outra pessoa simpática e estimável, pela educação. Como todos sabemos, as paixões são coisas que dão forte mas, felizmente, passam depressa. Ao fim de algumas paixões, até estas se tornam rotina e cansaço. E desígnios, dr. Santana Lopes, são paixões que nem paixões chegam a ser, por falta de energia. Seria melhor que o interior tivesse vontade e iniciativa para se desenvolver e os drs. Santanas Lopes – onde se incluem os candidatos do PSD e governantes do outro lado – poderiam estar mais tranquilos, sem ter a necessidade da profecia ou da promessa, nem afectar paixões que o corpo e o coração, por inadequação visível, não conseguem albergar.

Sem comentários:

Enviar um comentário